É com imensa satisfação que lhes damos as boas-vindas ao VI Congresso da Associação Latino-americana de Antropologia Social (ALA), que ocorrerá em Montevidéu, no Uruguai, entre os dias 24 e 28 de novembro de 2020.

Nesse encontro, queremos estabelecer um profundo diálogo entre nossas antropologias latino-americanas e caribenha, especialmente no atual contexto sociopolítico, que nos desafia a pensar-nos e repensar-nos enquanto atores fundamentais inseridos e integrados aos nossos povos e sociedades do século XXI.

A América Latina e o Caribe têm desenvolvido características próprias para o saber antropológico, que nem sempre são visibilizadas pelo resto da comunidade acadêmica. Nosso campo de atuação é dinâmico, mutável e contestador, e busca enfrentar as questões emergentes que constituem o cotidiano daqueles que habitam esta parte do planeta.

Graves marcas de marginalidade, pobreza, migrações, deslocamentos, discriminação e exploração colonial se encontram com minorias ou maiorias em conflito.

Preocupamo-nos com todas as sublevações do planeta, dede as meio-ambientais às de saneamento, desde o comunicacional ao político-econômico, mas, sobretudo, temos nossa própria história e historicidade, um território diverso que pretende reivindicar-se em suas lutas pelos direitos humanos fundamentais e pelo reconhecimento de seus povos afrodescendentes e indígenas.

O Uruguai integra esse processo que vem se intensificado nas últimas décadas. A comunidade antropológica uruguaia trabalhou, tanto dentro quanto fora da academia, em sintonia com as políticas de gênero, étnicas, migrações, religiões, conflitos ambientais, entre tantas outras.

Nesses dias, buscaremos estreitar os laços de conhecimento, solidariedade e ação para seguir traduzindo e fortalecendo, desde nossas antropologias acadêmicas e não acadêmicas, uma região com maior equidade em todas as dimensões.

Bem-vindas e bem-vindos à sexta edição do Congresso ALA.

Comissão Organizadora